Diário da minha QUINTA (agricultura de subsistência)... II (cortar mato)

Cortar o mato nas matas era o que faziam, normalmente os nossos antepassados. Por esse motivo havia menos incêndios e as nossas florestas estavam, naturalmente limpas. 
Limpamos a nossa de dois em dois anos, aproveitando o mato para "alimentar" o olival, naturalmente.
A seguir, podem ver as várias etapas desta tarefa, que nos ocupa um dia de trabalho.

Começamos por limpar o caminho que lhe dá acesso!

Eu corto, ela junta... para ser mais fácil e rápido o carregamento!

Ainda tens muito que cortar...

Olha fungos, não comestíveis. 

Miscaros... estes foi com arroz. Muito bom! Encontrados após cortar o mato.

Toda a família trabalha... "limpa" os pinheiros dos galhos mais antigos!

Corta... corta e continua a cortar!

Hora de almoço! Mais de meio dia de trabalho e por hoje chega.

08h30m da manhã de Sábado, foi quando começámos a carregar o mato!

Meio da manhã e o serviço está feito, só falta chegar a casa!

A caminho de casa, com a Serra da Estrela ao fundo!

Já está em "casa"! Fica aguardar a Primavera para ser "enterrado".

Mensagens populares deste blogue

PEREGRINAÇÃO / caminhada a FÁTIMA...

IV Caminhada Solidária Bombeiros Voluntários de Seia - 25/09/2016