Rescaldo do Campeonato Nacional de XCO (Cross Country) em Seia

Artigo publicado no Porta da Estrela, no dia 30/07/2010, sobre o tema referido no titulo, da minha autoria.

“Naquele dia houve 12 Campeões Nacionais, que receberam as respectivas camisolas. No final a Federação entregou mais duas camisolas de campeão, autografadas pelos 12 atletas consagrados. Temos dois campeões senenses. Fotografia tirada pelo Carlos Moura (consagrado fotografo Senense).”


Decorreu no passado dia 18 de Junho, o Campeonato Nacional de XCO (Cross Country) em Seia. É um Campeonato de prova única, que decorre num circuito fechado, onde cada categoria dá o nº de voltas determinado inicialmente pela Federação/Organização. Nesta prova fica definido quem é o Campeão Nacional, de cada categoria, durante o próximo ano.
Participaram nesta festa do BTT, cerca de 290 atletas, federados divididos por 27 equipas, vindas de todo País, inclusive das ilhas. Estiveram em Seia, os melhores atletas, nacionais, da modalidade. A prova decorreu na área que envolve as escolas da cidade de Seia. O percurso tinha cerca de 5,6 kms, com um acumulado de 210 metros por volta. Ou seja, em cada volta os atletas subiam 210 metros. O Clube BTT de Seia conseguiu três pódios em número igual de categorias. http://clubebttseia.blogspot.com (vídeos e vários álbuns de fotos).
O motivo que me leva a escrever este artigo é a organização da mesma e não a prova em si. Foi graças aos dois Filipes que vêm na fotografia que esta prova se tornou realidade, no nosso concelho. Além da vontade e querer de ambos, estiveram envolvidos muitos senenses, que tornaram possível a realização da mesma. Infelizmente houve senenses, que não corresponderam ao nosso pedido. Apesar da divulgação da prova, na net, imprensa e cartazes espalhados um pouco por todo o concelho, público espalhado pelo percurso, foi coisa rara. Na maioria eram as equipas dos atletas e seus familiares. Paciência, se fosse um jogo de futebol, com equipas da 1ª divisão e a pagar…  A desculpa do calor é quase aceitável. Houve corridas às 10h00m às 12h00m e 14h00m, onde correu a nata do BTT nacional. Tínhamos um bar, com esplanada à sombra, virada para a prova. Grande parte do percurso, tinha sombras, porque passava pelas matas existentes no local. Enfim, fizemos o nosso melhor para que os visitantes/atletas e público usufruíssem das melhores condições, para assistir e participar.
No final de tudo foi agradável ouvir elogios de todos. Ouve falhas, claro. Mas, só não erra quem nada faz. Falou-se que a organização da prova tinha tudo para ser um Campeonato Europeu ou mesmo Mundial. Isso, são outros voos e envolve orçamentos, “ligeiramente” acima de um nacional. Pode ser que com a continuidade (se houver), comecem a aparecer outros patrocínios. Sonhar, não custa! Com esta prova o nome de Seia foi levado e falado, por bons motivos.
Como dizia, umas linhas mais acima, os dois principais responsáveis por este sucesso foram o Sr. Filipe Almeida e o Dr. Filipe Camelo. Ambos Filipes e ambos Presidentes. Do Clube BTT de Seia e do Município de Seia, respectivamente. Como em todos os eventos, por detrás de quem “coordena”, existe uma vasta equipa e apoios que fazem o seu melhor para que corra tudo bem. E são esses anónimos que, quero dar a conhecer.
Começo pelos Bombeiros de Seia, S. Romão e Loriga, foram o que sabem ser. Bombeiros, excelentes. Dr. Nuno Silva, jovem médico senense. Como médico da prova, esteve presente todo o dia no local. Centro de Emprego de Seia, na pessoa da Dra. Helena Pimenta, que cedeu o espaço vedado, existente perto das suas instalações. Estúdios Visor, emprestaram o seu armazém. A empresa Seilimp Lda., emprestou duas das suas viaturas. O Rancho Folclórico de Seia, emprestou a arca para refrigerar as bebidas. Piscina de Seia, através do Sr. João Gomes e a sua equipa. Mário Patrão (consagrado motard do nosso concelho), com a sua moto, abriu e fechou as provas. A equipa do Bar, onde eu estou incluído. Para amadores, penso que não estivemos mal. Dr. Miguel, quero referi-lo, apesar de ser membro do Clube, fez um trabalho extraordinário, com as papeladas e contactos necessários. Nas fotos, o Miguel dos Estúdios Visor, Carlos Moura, José António, Sérgio Viana e o Tiago. A menina que andou numa roda-viva com as medalhas e as flores. Não menciono o nome, porque sei que ela pode não gostar. Os GINJA TEAM, http://ginjateam.blogspot.com/, como comissários de pista. Foram extraordinários, com aquele calor todo, “obrigados” a estar na pista durante, todas as provas. Todo o restante pessoal que eu não mencionei, mas que contribuíram para o sucesso da prova. Deixei para último, propositadamente, o Município de Seia, sem eles nada disto tinha sido possível. Na pessoa do Dr. Filipe Camelo e a sua equipa. A elaboração do cartaz, o pessoal que limpou os caminhos/percurso, ajudou a marcar o mesmo, etc. Foram fantásticos. (quem me conhece sabe que sou insuspeito para elogiar o Dr. Filipe e a sua equipa) O elogio é merecido.
Mas a prova não é só a organização. Toda esta rapaziada, atletas e respectivas equipas, dormiram no concelho, alguns, dois dias. Ou seja trouxe movimento à cidade. E se soubermos receber, sei que sabemos, estamos a divulgar a nossa terra. E com certeza que algumas destas famílias voltam, para visitar o nosso concelho com mais tempo.
Se não formos nós, os Serranos, a fazer alguma coisa pela nossa Cidade/Serra, não são os políticos, sentados em Lisboa que vão fazer.
Para terminar, não sei se repararam mas na organização e na parte que tocou ao Clube eu só mencionei senenses. Quando queremos, fazemos coisas maravilhosas pela nossa cidade. Mais uma vez e aqui é em nome do Clube, agradeço a todos os que ajudaram, na realização deste evento.
Apesar de ser membro do Clube BTT Seia, este artigo é da minha autoria e traduz apenas a minha opinião.
Nuno Pinheiro (PINHAS)

Mensagens populares deste blogue

PEREGRINAÇÃO / caminhada a FÁTIMA...

IV Caminhada Solidária Bombeiros Voluntários de Seia - 25/09/2016