O País dos professores, que não sabem comportar-se, nas Provas de Aferição!!!

Mais de 200 mil crianças entre os nove e os 12 anos vão mostrar amanhã e na quarta-feira o que aprenderam em Língua Portuguesa e Matemática mas, para as provas nacionais de aferição do 4.º e 6.º anos, quem precisa de levar cábulas são os professores.
Estas têm a forma de um chamado Manual do Aplicador, através do qual o Ministério da Educação (ME) ensina aos professores o que têm de dizer aos alunos no início, no meio e no final das provas. As ordens do ME são claras: "Não procure decorar as instruções ou interpretá-las, mas antes lê-las exactamente como lhe são apresentadas ao longo deste manual".        link p/ noticia completa no titulo. in Publico.

Quando penso que os nosso politicos já se lembraram de tudo, aparece uma nova.
Só mesmo neste País. 
UMA MANUAL PARA ENSINAR OS PROFESSORES A FALAR NAS PROVAS DE AFERIÇÃO.

Uma das frases: "Leia em voz alta: 'Agora vou distribuir as provas. Deixem as provas com as capas para baixo'; 'Podem voltar as provas. Escrevam o vosso nome no espaço destinado ao nome'; 'Querem perguntar alguma coisa?"

E se o professor(a), estiver com um problema de voz. Já não consegue ler em voz alta.

Mensagens populares deste blogue

CAMINHADA DO 32º ANIVERSÁRIO ARD VILA CHÃ...

Viveiros Florestais da Portela de Arão. Para quando a sua reabilitação?