Mulher com suspeita de gripe A acabou por aceitar ser transferida para Coimbra

Depois de uma recusa inicial, a mulher de 60 anos que hoje deu entrada no hospital de Seia com suspeita de gripe A acabou por aceitar ser transferida para os Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC). O marido prontificou-se a ficar em casa durante sete dias, soube o PÚBLICO junto do delegado de saúde pública da região centro. Existe um outro caso suspeito nos Açores.
A mulher regressou dos Estados Unidos – um dos países afectados pela gripe A (H1N1) – com sintomas de gripe e deu entrada no hospital de Seia. Confrontada com a necessidade de ser transferida para os HUC, uma das quatro unidades de referência para esta patologia, recusou e voltou para casa. 
Foi a delegada de saúde do concelho de Seia quem tentou persuadi-la, com sucesso, contou o delegado de saúde da região Centro, José Tereso. “As pessoas às vezes reagem de forma inesperada”. Depois de ser contactada “a senhora agiu muito correctamente em termos de saúde pública”, assim como o marido, que a acompanhou na viagem aos Estados Unidos e que não apresenta sintomas de gripe mas concordou ficar sete dias em casa, e se tiver sintomas deverá contactar a delegada de saúde pública de Seia.

link no titulo p/ noticia completa no Publico.

Mensagens populares deste blogue

PEREGRINAÇÃO / caminhada a FÁTIMA...

IV Caminhada Solidária Bombeiros Voluntários de Seia - 25/09/2016

Rota do Pastoreio & Rota da Garganta de Loriga... Rota das Aldeias de Montanha! #serradaestrela #aldeiasdemontanha