A crise!

Artigo publicado em Maio do ano passado. 

Estavamos ainda no começo da crise.

Quem trava o aumento dos preços dos bens alimentares?” “Porque é que Portugal é o País onde o preço dos combustíveis é dos mais caros na Europa?” 

Não é fácil responder à 1ª pergunta. Uma vez que o nosso planeta é uma “aldeia”, onde a economia está inter ligada. Se um bem for escasso num dado Pais, ou a procura aumenta, seja porque motivo for, logo o preço também acompanha a procura em todo o mundo. Existem ainda os mercados bolsistas das commodities (produtos de origem primária, cereais, Petróleo, entre outros) onde à muita especulação.

Segundo alguns especialistas, o aumento do preço de alguns cereais, não se deve só aos biocombustíveis. Existem mais dois factores importantes. O nível de vida na China e não só, tem melhorado muito, consequentemente melhora também o poder de compra. O que leva a maior consumo de bens que, para nós, já são um dado adquirido à muito tempo. Não podemos esquecer que, reside naquele Pais, cerca de ¼ da população mundial. A melhoria do nível de vida já fez aumentar a altura e peso médio de cada habitante, nos últimos 10 anos, segundo um estudo recente. E espero eu que, com o nível vida, suba também a sua auto estima, e possam reivindicar melhores salários e condições de trabalho. Assim as empresas já não vão, à procura de mão-de-obra barata. Não me refiro só à China. Aconteceu recentemente na Roménia, trabalhadores da Dacia-Renault, fizeram greve e exigiam aumentos na ordem dos 60%. Parece muito, mas, considerando que ganham em média 285€ mensais e os seus colegas Franceses, 2.200€. Sendo o trabalho igual.

Assim se percebe que os preços dos carros daquela marca, Dacia, sejam baixos.

O segundo factor tem haver com a especulação bolsista já referida pelo Presidente da OPEP. Esta escalada é pura especulação, não há, ainda, falta de Petróleo. E como o ouro negro, faz andar o mundo, o mundo tem que subir o preço final dos bens alimentares. Assim como a escalada do preço dos cereais não está directamente relacionada com a procura excessiva dos mesmos, embora ajude. Como dizia no início está tudo relacionado. Alguém dizia, com razão, constipa-se a EUA, e a Europa é que fica de cama. Na recente crise está a prova.

Depois é o habitual, as classes mais baixas pagam tudo isto, enquanto, alguns, mas poucos, continuam a ganhar fortunas com a especulação.

Relativamente à escalada dos preços dos combustíveis em Portugal, havendo vontade das partes envolvidas o preço poderia perfeitamente baixar. O Governo continua a querer manter a mina de ouro. Onde o filão é praticamente inesgotável. Apesar de muitos portugueses, e bem, abastecerem em Espanha.

Não concordo com os preços controlados pelo Governo. Porque os impostos de alguns, iriam pagar os excessos de outros, além de que quem não tem carro, não pode pagar combustível que nunca usa. Na minha opinião o mesmo se pode aplicar, ás Auto-estradas, mas isso é outro assunto. As Gasolineiras continuam a querer manter os lucros do passado. Mas como se pode comprovar, pelos preços praticados nos hiper-mercados, é perfeitamente possível baixar os preços. Ainda assim o Governo e Autarquias, podem perfeitamente melhorar o nível de vida dos seus eleitores e reduzir o consumo dos combustíveis, de uma forma simples. Melhorar e muito, os transportes públicos. É uma vergonha que, um Pais da União Europeia, tenha os transportes que tem.

Se calhar temos o que merecemos porque todos nós votamos, acho eu.

Mensagens populares deste blogue

PEREGRINAÇÃO / caminhada a FÁTIMA...

IV Caminhada Solidária Bombeiros Voluntários de Seia - 25/09/2016